APCE

APCE

APCE distingue Montserrat Tarrés com Prémio Internacional

12 Janeiro, 2017 |by Cibecom | Comentários fechados em APCE distingue Montserrat Tarrés com Prémio Internacional | , Noticias | , ,

A APCE – Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa, distinguiu Montserrat Tarrés, Presidente da Fundacom e da Dircom, com o Prémio Internacional APCE “pelo seu excecional contributo para a comunicação estratégica no âmbito da ibero-américa”.

O prémio foi recebido por Álvaro Rodríguez, Diretor de Internacionalização e RSC da Dircom e Diretor da CIBECOM’2017.

Este reconhecimento, entregue a 29 de novembro durante a Cerimónia de Vencedores do Grande Prémio APCE, em Lisboa, tem por base o forte impulso que durante a presidência de Tarrés se gerou com a internacionalização da Dircom e com a constituição da Fundacom, juntamente com as 11 principais associações de comunicação da América latina e Portugal.

Em paralelo com a Cerimónia de Vencedores do Grande Prémio APCE, decorreu a cerimónia do FEIEA Grand Prix onde são reconhecidas as melhores práticas em Comunicação Interna promovidas por esta Federação Europeia de Associações de Comunicação Interna (FEIEA).

Reconhecendo a sua vasta experiência na organização de prémios no campo da comunicação corporativa, a Fundacom assinou, recentemente com a APCE, um acordo de colaboração em que esta assume a gestão dos Prémios Fundacom, que distinguem a excelência e os melhores projetos de comunicação produzidos e divulgados em Espanhol e Português no mundo.

KEEP READING

Eduardo Guedes de Oliveira, APCE: “A Comunicação é, hoje, crucial para as organizações…”

29 Junho, 2016 |by Cibecom | Comentários fechados em Eduardo Guedes de Oliveira, APCE: “A Comunicação é, hoje, crucial para as organizações…” | La entrevista | ,

P: Quais são os principais desafios que as organizações enfrentam em termos de comunicação estratégica no século XXI?

R: Os momentos que vivemos são desafiadores para quem tem a responsabilidade de conduzir ou atuar em comunicação empresarial, pois as mudanças de comportamento, de paradigmas tecnológicos, de alcance e qualidade da Comunicação já não cabem mais numa receita pronta. Ao contrário, exige vivência, reflexões, multidisciplinaridade, liderança e uma excecional capacidade de entender o mundo e a sociedade, pois mais que em qualquer outro tempo a Comunicação é, hoje, crucial para as organizações e das suas diretrizes e aconselhamentos depende, muitas vezes, o sucesso empresarial e de qualquer outra organização pública ou privada.

A volatilidade dos mercados, dos paradigmas da comunicação e a agenda que marca o dia-a-dia no nosso país e a nível internacional são desafios que requerem do comunicador, mas também dos Gestores e CEO’s, uma atitude atenta, proactiva e muito criativa.

P: Quais são os mecanismos ideais para posicionar os valores e filosofia de uma organização aos seus stakeholders?

R: Tal como referi, os tempos de desafio que vivemos impedem as receitas prontas, o “pret-a-porter”. Há vários mecanismos e instrumentos que deverão ser analisados sempre em função do espectro e área de negócio da organização e da sua cultura própria. O que funciona bem na organização A não tem necessariamente que obter iguais resultados na organização B.

Diria sobretudo que é obrigatório comunicar sempre, mas comunicar com qualidade e comunicar com verdade.

P: Considera que uma Cimeira como a CIBECOM é importante para o desenvolvimento presente e futuro das organizações?

R: A CIBECOM é o espaço ideal para a junção dos profissionais de língua espanhola e portuguesa que, para além da língua, têm em comum um trabalho de desenvolvimento e reconhecimento comunicacional das empresas, culturas, povos e nações em que estão inseridos.

Será um momento primordial de partilha de Boas Práticas, de case-studys, de aprendizagem em torno de questões que nos são comuns.

P: Quais são as características comuns que podemos encontrar em empresas com uma boa reputação?

R: Credibilidade! Quando uma empresa comercializa um produto ou um serviço, no fundo está a “vender” indiretamente confiança. E isto só se consegue atuando e comunicando com rigor e verdade, sendo transparente.

P: Que situações poderiam afetar a reputação de uma organização?

R: Qualquer organização possui uma imagem – uma imagem pública – que pode ser positiva ou negativa e construída intencionalmente ou de forma aleatória em função das ações que são desenvolvidas e da perceção que os seus públicos acabam por ter das mesmas.

Ora quando estamos a trabalhar ao nível da imagem pública positiva, da reputação, é necessário não perder de vista que ela se constrói através da comunicação e esta não é apenas o que se diz, mas também o que se faz…

Senão vejamos: na década de 90 as empresas publicitavam um comportamento responsável, mas não o praticavam. No virar do século, percebeu-se que se podia lucrar sendo responsável. E hoje quem não for coerente entre o que diz e o que faz arrisca-se a uma série crise reputacional.

P: De que forma o fortalecimento da sociedade e do uso de redes sociais tem influenciado a reputação e transparência das organizações?

R: Hoje um dos grandes desafios que se colocam às organizações é entender e poder influenciar mais nas redes sociais, esse meio de fortíssimo impacto que atinge em segundos milhões de cidadãos que procuram permanentemente e cada vez mais por uma ‘híper transparência’ da informação. Por esse motivo é crucial uma monitorização constante dos potenciais riscos de reputação, através de todas as ferramentas que permitam uma escuta ativa e permanente do que se diz nestas plataformas sociais.

As redes sociais são já incontornáveis – uma imensa oportunidade, mas também um sério risco para a reputação de uma organização! E as organizações precisam aceitar que a internet e as redes sociais lhes tiraram o poder de controlar a sua reputação… os consumidores e demais stakeholders estão cada vez mais envolvidos com as organizações, relacionam-se de uma forma muito próxima, quase como se se “apropriassem” delas e das suas marcas. Se esta relação for abalada, os danos podem revelar-se não só em termos da imagem da organização, como também pela fuga de talentos, pela desconfiança e até pela perda de contratos e clientes.

 

KEEP READING

CIBECOM’2017, local de encontro e intercâmbio dos profissionais de comunicação ibero-americanos

25 Maio, 2016 |by Cibecom | Comentários fechados em CIBECOM’2017, local de encontro e intercâmbio dos profissionais de comunicação ibero-americanos | | , , , , , , , , , ,

Nos dias 5, 6 e 7 de abril de 2017 realizar-se-á em Miami a CIBECOM – I Conferência Ibero-americana de Comunicação Estratégica.

KEEP READING

Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa

22 Abril, 2016 |by Cibecom | Comentários fechados em Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa | Asociaciones Organizadoras |

Fundada em 1990, a APCE é uma associação independente e sem fins lucrativos, que representa e defende, no País e no estrangeiro, os interesses dos gestores e técnicos da Comunicação Organizacional e das Relações Públicas, incluindo os porta-vozes.

Constitui-se como um fórum de discussão e reflexão aberto a todos os interessados nas ciências da Comunicação, seja no sector empresarial, seja no domínio educativo.

A APCE defende como valores essenciais:

  • O primado das pessoas nas organizações e o papel crucial que a comunicação interna e externa deve desempenhar para o seu sucesso.
  • A partilha de conhecimento, experiências e informação entre pares, tanto do sector empresarial como do mundo académico.
  • O debate de ideias, nem corporativo nem sectário, aberto a todos os profissionais dos diferentes campos da Comunicação e privilegiando um espírito contributivo e intervencionista.
  • A função formativa e de sensibilização a desempenhar junto das empresas e dos estudantes de nível universitário, candidatos ao mercado de trabalho.
  • A conjugação ética de interesses, assumida livremente, em benefício da representação dos direitos e deveres dos profissionais da Comunicação Organizacional e Relações Públicas, incluindo os porta-vozes.
  • O rigor profissional assente na verdade, transparência, integridade, dinamismo e pró-atividade.
KEEP READING

Eduardo Guedes

21 Abril, 2016 |by Cibecom | Comentários fechados em Eduardo Guedes | Comité Organizador | ,

Estudou Ciências da Comunicação e Cultura, com especialização em Comunicação Organizacional, e possui o Public Relations Certificate do Sydney Technicall College (Austrália).

Iniciou carreira profissional no sector energético (onde ainda hoje se mantém) trabalhando na área de comunicação e marketing. Foi responsável pela Comunicação Interna e pela Representação Institucional da Galp Energia.

Entre 1986 e 1991, foi Delegado da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, no Consulado Geral de Portugal em Sydney, tendo sido acreditado como Vice-cônsul de Portugal com jurisdição sobre toda a Austrália e Nova Zelândia, nos dois últimos anos da sua estadia neste Continente.

Na atualidade

Exerce funções no Gabinete da Presidência e Comunicação da Galp Energia, com responsabilidade de gestão executiva da área de Representação Institucional.

É, desde 2013, Presidente de APCE- Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa.

KEEP READING

Arranca la organización de Cibecom

11 Março, 2016 |by Cibecom | Comentários fechados em Arranca la organización de Cibecom | | , , , , , , , , ,

Miembros del Comité Organizador de Cibecom, la primera Cumbre Iberoamericana de Comunicación Estratégica que liderará la Asociación de Directivos de Comunicación, Dircom, han mantenido su primera reunión

KEEP READING

Este sitio web utiliza cookies propias y de terceros, para recopilar información con la finalidad de mejorar nuestros servicios, para mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias, así como analizar sus hábitos de navegación. Si continua navegando, supone la aceptación de la instalación de las mismas. El usuario tiene la posibilidad de configurar su navegador pudiendo si así lo de sea, impedir que sean instaladas en su disco duro, aunque deberá tener en cuenta que dicha acción podrá ocasionar dificultades de navegación de la página web.

ACEPTAR
Aviso de cookies